quarta-feira, 25 de junho de 2014



Você já duvidou ser capaz? Eu não. Mas às vezes respiro fundo ao acordar. Às vezes, também sinto uma dorzinha e me pergunto: “E agora?”. Mas muito rapidamente me lembro de que o desespero não resolve. A tristeza não me pega pela mão e me leva para frente. E que o “desacreditar” pode me fazer morrer um pouquinho a cada dia. E eu ainda quero viver. Mas não no futuro, quero viver agora. Quero viver no “o que tem para hoje”. Fazer do limão a limonada e tudo aquilo de positivo que puder vir no pacote. Tem dias que são mais difíceis sim, mas a boa noticia é que até eles tem prazo de validade para acabar.

Tempos Modernos

2 comentários:

  1. Poético e verdadeiro sua postagem. Continue sempre assim, e quando as dificuldades se levantarem contra ti, você possa demonstra-las que és maior e melhor que todas ELAS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por esse apoio e carinho sempre!!! Beijoss.

      Excluir