domingo, 16 de fevereiro de 2014



Enquanto isso, eu trabalho. Leio um livro. Vejo sites. Vejo tv. Acompanho (sim!) um reality show. Fujo de arrumar o quarto. Converso aqui e acolá. Saio, bem pouco, mas saio. E cozinho. Claro, cozinho muito. Disfarço, suspiro e faço tudo de novo. Mas ainda assim, aqui dentro, ela não passa. Quem convidou a tal da expectativa para festa? Quem chamou a ansiedade? Quem? Uma sensação esquisita que vem por aí uma revolução. Uma mudança enorme. Até mesmo porquê, é assim que eu quero que seja. O primeiro de muitos dias. E esperar... Nossa! Como esperar mata. E eu que me julgava tranquila estou aqui: N E R V O S A! Calma, respira e procura o que fazer... Talvez o quarto, eu disse talvez. Preciso de sol! Ele sim, me acalma...

Andar com fé.

Um comentário:

  1. Tem coisas que custam a gente transformar né, mas vamos que vamos rs

    ResponderExcluir